domingo, fevereiro 5, 2023

As quatro condições que devem se cumprir para que Messi retorne ao Barcelona 

Jogos
Luiz Vinicius
Luiz Vinicius
Natural de Magé (RJ), Luiz Costa é empreendedor, criador de conteúdo sobre apostas e Apostador Profissional a mais de 4 anos. Foi finalista do programa MASTERBET na rede Bandeirantes e é redator em alguns sites de apostas Esportivas.

Foram apresentadas as condições para haver o retorno de Messi ao Barcelona, agora elas terão que ser cumpridas pelo clube e pelo jogador.  

Ninguém, absolutamente ninguém imaginava que Lionel Messi pudesse deixar o Barcelona e muito menos nas condições em que aconteceu. Da mesma forma que agora, ninguém acredita que ele pode voltar. 

O retorno é possível  

 No futebol essas reviravoltas podem acontecer. As pessoas vão concordar que depois que Luis Figo se transferiu do Barça para o Madrid, as coisas ficaram mais flexíveis. Não se vê mais um impedimento nesse sentido, um novo exemplo disso foi justamente a despedida de Messi do clube que revolucionou sua história com o jogador.  

A verdade é que existem algumas condições. Se concretizadas, não é certo que Leo tome a decisão de voltar, mas pelo menos ele vai pensar na opção. São quatro condições pontuais analisadas, mas certamente um dos melhores jogadores de todos os tempos não vai tomar nenhuma decisão sobre seu futuro até que termine sua participação na Copa do Mundo com a Argentina. 

Para nos colocar dentro da situação atual do atleta, Messi termina seu contrato com o PSG em junho de 2023. O clube decidiu renová-lo, na verdade, já até se ofereceu para sentar e conversar sobre o futuro, mas foi quando o argentino desistiu e recentemente pediu para se reunir no final de dezembro. 

O perdão de Laporta  

Até que o presidente do Barcelona não saia para falar de Messi na mídia, reconheça que falhou em sua gestão em mantê-lo sem culpá-lo e deseje-o de volta com um pedido, ele não considerará retornar. Laporta sabe disso e esta é uma jogada que dará sentido às três condições que antecederiam o pedido. 

Contrato correspondente 

Messi de forma alguma vai receber uma oferta em termos amigáveis, já que Joan Laporta não tem esse crédito. Ele deve receber uma oferta formal que não coloque em jogo a massa salarial do clube. Portanto, não é designado como responsável pela situação econômica se estiver negativa no momento. 

Projeto esportivo 

 Xavi já mencionou que enquanto estiver no comando, Messi sempre terá as portas abertas, mas isso não seria suficiente. Tanto o treinador quanto Messi devem concordar que pode haver algo a mais nesta nova estrutura de renovação com muitos jovens.  

Se vale a pena trazer o argentino de volta, isso será analisado cautelosamente. Um novo projeto já foi traçado no clube, levando também em conta que no caso de contratá-lo, o capital seria reduzido. Dessa forma não seria possível, por exemplo, procurar um meia de qualidade para substituir Busquets, nem um lateral-esquerdo do nível de Jordi Alba.

Não ao PSG 

 Messi vai receber uma oferta do time parisiense para renovar. A equação é simples, o jogador precisa recusar qualquer oferta para estar com o caminho livre.  

O cenário ideal para retornar a Barcelona seria o não ao PSG e as partes chegarem a um acordo em relação ao salário. Isso poderia trazer o craque de volta. 

- Advertisement -
- Advertisement -
Últimas Noticias

Grandes jogadores e promessas que o Flamengo que fizeram história

Com um possível confronto entre Flamengo e o Real Madrid na final do Mundial de Clubes. Pode acontecer uma...
- Advertisement -

Mais notícias como essa

- Advertisement -