sexta-feira, setembro 30, 2022

Brasil enfrentará apenas Coreia do Sul e Japão na Data FIFA de junho

Jogos

A seleção brasileira masculina fará somente dois jogos na Data FIFA de junho. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) comunicou nesta quinta-feira, que não conseguiu fechar uma terceira partida. Sendo assim, a equipe comandada por Tite vai encarar apenas jogos contra a Coreia do Sul, dia 2 de junho, em Seul, e Japão, dia 6 de junho, em Tóquio.

Em fim de temporada na Europa, os jogadores serão liberados para férias depois da segunda partida. A equipe brasileira chega a partir do dia 24 deste mês, todavia, os jogadores se apresentam somente no dia 26, com primeiro treino previsto para o dia 27. Os jogadores que vão fazer a final da Liga dos Campeões – Alisson e Fabinho, pelo Liverpool, e Éder Militão, Casemiro, Vini Jr e Rodrygo, pelo Real Madrid – devem chegar no dia 31.

De acordo com comunicado da assessoria de imprensa da CBF, “houve tentativa intermediada pela Pitch International, em parceria com a CBF, mas discutidas as opções sugeridas nos últimos dias, a comissão técnica entende que as dificuldades logísticas interfeririam na preparação da equipe.”

A intenção de Tite e da comissão técnica era enfrentar Senegal, campeã africana. Com possibilidades ainda de jogo com Irã, Marrocos e Costa do Marfim. O jogo era previsto para a França. Mas não houve acordo e a CBF comunicou a decisão nesta noite de quinta-feira.

“A expectativa é sempre de consolidar e evoluir. O César Sampaio falou sobre os modelos da equipe, que ela precisava ser mais criativa e ofensiva. Nos últimos cinco jogos, conseguimos atingir este nível e buscamos mais equilíbrio. Tem que ser sólida, efetiva, criativa e transformar isso em gol. Consolidar isso com diferentes adversários. E digo adversários, não inimigos. Este processo é muito importante”, explicou o treinador Tite.

- Advertisement -
- Advertisement -
Últimas Noticias

Cruzeiro com a mão na taça

O Cruzeiro, sem dúvidas é um dos maiores clubes do país. Mas nos últimos anos viveu tempos difíceis após...
- Advertisement -

Mais notícias como essa

- Advertisement -