domingo, fevereiro 5, 2023

Chefia da McLaren demonstra otimismo com o futuro da equipe

Jogos

Um clima de otimismo vem tomando conta de uma das equipes mais tradicionais da Fórmula 1. Afinal, nos últimos dias diretores de áreas diferentes deram declarações positivas sobre os próximos passos da McLaren. Primeiramente, o chefe de equipe, Andrea Stella, afirmou que confia no estreante Oscar Piastri e não se preocupa com a pouca experiência do piloto. Em seguida, Zak Brown, o CEO, elogiou a evolução da equipe desde a sua chegada e projetou uma data para que ela volte a concorrer ao título frente as gigantes da categoria.

Andrea Stella, que assumiu como chefe de equipe da McLaren em 2023, começou afirmando que Oscar Piastri terá na sua primeira temporada a vantagem de correr ao lado de um piloto experiente como Lando Norris.

“Acho que o importante é ter continuidade com Lando, ele mantém a referência. E é uma referência que conhecemos muito bem, porque passamos pelo seu desenvolvimento do ponto de vista técnico, de pilotagem e habilidade de corrida. Ele se tornará um quadro de referência para Oscar”.

Por outro lado, o diretor também reconheceu o potencial de Oscar Piastri e demonstrou confiança de que ele conseguirá construir sua trajetória com talento e inteligência. “A jornada que queremos fazer com o Oscar é independente. Ele com certeza é muito talentoso. E queremos que ele use as referências dele, do carro, até do que aprendemos com o Daniel e assim por diante. Mas, estamos bastante convencidos de que ele terá talento, processo e inteligência suficientes para encontrar seu próprio caminho”.

Homem forte da McLaren esperar brigar pelo título dentro de dois anos

Zak Brown é o CEO da McLaren desde 2018 e vem comandando uma reformulação completa na escuderia inglesa. Assim, nesta semana deu entrevista ao portal inglês RacingNews365 destacando as conquistas desse processo de reconstrução.

“Quando comecei nessa jornada estávamos saindo de nosso pior ano de todos, em 2017. Não tínhamos patrocínio, estávamos com grandes problemas financeiros e de moral. Éramos apenas um time de F1. Agora somos um time competitivo que esteve no pódio nove vezes desde que retornou à briga, em 2019. Vencemos uma corrida, conseguimos uma pole e quase vencemos uma segunda”, contou.

Por fim, o mandatário afirmou que falta apenas uma melhoria de infraestrutura para que a McLaren recupere sua força diante das adversárias e possa brigar pelo título da Fórmula 1.

“Devido à nossa tecnologia de infraestrutura, não poderemos ter todos os benefícios em 2024, já que o túnel de vento ficará pronto no meio do ano. Isso significa que nosso carro de 2024 irá começar seu desenvolvimento com nossa tecnologia antiga e será transferido para a nova. Então, o realista seria [brigar pelo título em] 2025, e temos tudo que precisamos. Não temos desculpas”, concluiu.

Em 2022, a McLaren foi a quinta colocada no campeonato de construtores com 159 pontos. Por outro lado, no mundial de pilotos Lando Norris foi o grande destaque da escuderia marcando 122 pontos que o levaram ao sétimo lugar na classificação final. Além disso, destaque para a vitória do inglês no GP do Japão e as segundas colocações no Azerbaijão, México e Brasil.

- Advertisement -
- Advertisement -
Últimas Noticias

Lewandowski x Benzema: Quem é o melhor 9 do futebol espanhol

Em quase toda história do futebol espanhol, sempre teve os melhores jogadores do mundo principalmente atacantes. Hoje em dia...
- Advertisement -

Mais notícias como essa

- Advertisement -