quinta-feira, fevereiro 29, 2024

Dobradinha da Red Bull e 100º pódio de Alonso agitam GP da Arábia Saudita

Jogos

A segunda corrida da temporada 2023 da Fórmula 1 teve um resultado muito parecido com a estreia. Assim, o GP da Arábia Saudita, disputado no circuito de rua de Jedá neste domingo, terminou com Sergio Pérez (RBR) em primeiro, seguido do companheiro de equipe, Max Verstappen, e Fernando Alonso fechando o pódio. Todavia, até chegar a esse final o grande prêmio teve muitas reviravoltas durante e depois do final da corrida.

Primeiramente, vamos destacar a corrida tranquila de Sérgio Perez. Nesse sentido, o mexicano até foi surpreendido por Fernando Alonso na largada e perdeu a liderança. Entretanto, apenas quatro voltas depois, superou o espanhol e retomou sua posição. Daí para a frente, o piloto da Red Bull não foi mais ameaçado, foi ganhando distância dos adversários e venceu a prova com tranquilidade.

Por outro lado, Max Verstappen teve um pouco mais de dificuldade para chegar a segunda colocação. Afinal, o atual campeão largou da 15ª posição após sofrer com um problema no eixo de transmissão do câmbio durante os treinos. Dessa forma, fez uma corrida de recuperação começando muito bem chegando ao quinto lugar rapidamente.

Todavia, a diferença de Verstapen para o pelotão da frente era considerável. Então, a sorte agiu a favor do holandês. Afinal, Lance Stroll, da Aston Martin, sofreu com problemas mecânicos, parou o carro na área de escape e obrigou a direção de prova a chamar o safety car. Desse modo, os carros se aproximaram novamente e ficou fácil para Verstapen conquistar as posições que faltavam.

Confusão sobre penalidade no GP da Arábia Saudita quase faz Alonso perder seu 100º pódio

Com a dobradinha da Red Bull praticamente definida, restou acompanhar a briga pelo terceiro. Todavia, essa posição foi rapidamente dominada por Fernando Alonso que controlou bem a prova, não deu chances aos rivais e confirmou o pódio.

Contudo, o espanhol ainda seria protagonista da grande polêmica da corrida. Primeiramente, a direção de prova penalizou Alonso com 5s por largar fora do colchete do grid. Todavia, ao cumprir a punição durante a parada do safety car, um dos mecânicos teria encostado um macaco hidráulico no carro. Desse modo, a FIA – Federação Internacional de Automobilismo desclassificou o piloto da Aston Martim.

Entretanto, a equipe não aceitou a decisão, recorreu e mostrou imagens de corridas anteriores com situações semelhantes. Assim, comprovou que o movimento não beneficiava o piloto punido. Por fim, três horas após o fim da corrida, a entidade aceitou a alegação da escuderia e devolveu a terceira posição a Alonso.

Desse modo, o espanhol conquistou mais um recorde individual. Afinal, ele alcançou a marca de 100 pódios durante sua vitoriosa carreira. Então, agora o bi-campeão mundial passa a ser o sexto piloto a bater esse número na história da Fórmula 1. Nesse sentido, os outros cinco são: Lewis Hamilton (191), Michael Schumacher (155), Sebastian Vettel (122), Alain Prost (106) e Kimi Raikkonen (103).

A Fórmula 1 volta no final do mês com o Grande Prêmio da Austrália. Dessa forma, o pilotos estarão na pista do circuito de Melbourne entre os dias 31 de março e 02 de abril.

- Advertisement -
- Advertisement -
Últimas Noticias

Vasco derrota o Marcílio Dias e se classifica na Copa do Brasil

O Vasco venceu o Marcílio Dias por 3 a 1 na noite da terça-feira passada (27), em Itajaí (SC)...
- Advertisement -

Mais notícias como essa

- Advertisement -