sexta-feira, março 1, 2024

Massa diz que vai buscar justiça com relação ao título de 2008

Jogos

Uma polêmica dada como resolvida ganhou um novo fôlego nos bastidores da Fórmula 1. Afinal, depois de 15 anos, a disputa pelo título mundial entre Felipe Massa e Lewis Hamilton volta à tona. Nesse sentido, o brasileiro afirmou que pensa em procurar seus direitos após as recentes declarações de Bernie Ecclestone, ex-chefão da F1, sobre o escândalo com Nelsinho Piquet no GP de Singapura de 2008. Em entrevista a sites especializados, Massa se disse triste pelas últimas notícias, que a situação atrapalhou o automobilismo nacional e é inadmissível para o esporte.

Em suma, mês passado Bernie Ecclestone, ex-chefão da F1, fez revelações sobre o ocorrido com Nelsinho Piquet no GP de Singapura ao site F1 Insider, da Alemanha. Assim, o ex-dirigente afirmou que soube da armação da Renault ainda naquela temporada. Além disso, declarou que considera o brasileiro o legitimo campeão do ano.

Agora, Felipe Massa também se manifestou sobre o assunto afirmando que pretende procurar caminhos para que a justiça seja feita. “Reforço que não me interessa o lado financeiro nessa história, e sim a justiça. Se as duas pessoas mais poderosas, o chefão da Fórmula 1 e o chefão da FIA, sabiam em 2008 e se calaram, isso é muito grave e inadmissível para o esporte”, disse ele ao GE.

Ainda ao GE, ele também lamentou o efeito que a perda do título para o esporte no Brasil. “A corrida de Singapura afetou diretamente todo o automobilismo brasileiro. Como um título mundial teria nos alavancado nos últimos 15 anos? Nunca mais teremos essa resposta”, concluiu.

Entenda como a corrida de Singapura tirou o título de Felipe Massa em 2008

Todavia, em conversa com o site especializado Grande Prêmio, Massa explicou o porquê de não ter dado continuidade ao assunto antes.

“O Bernie nunca tinha se posicionado como se posicionou recentemente, dizendo que sempre soube o que aconteceu e que eu sou, na opinião dele, o campeão de 2008. Eu consultei, na época, os advogados da Ferrari, fomos atrás também de outros advogados e a resposta foi que nada poderia ser feito. Eu, logicamente, acreditei nessa situação”, contou.

Em contrapartida, ao Motorsport, ele disse que o mais justo seria o cancelamento da corrida. “Eu não sei se é possível dividir um título. Se foi comprovado que aquela corrida foi roubada, ela tem que ser cancelada, essa é a justiça. É muito difícil dizer “ah, coitadinho”. Não existe “coitadinho” no mundo, a situação é clara”.

Por fim, vale relembrar como o acidente de Nelsinho Piquet atrapalhou Felipe Massa. Em suma, a diferença entre o brasileiro e Hamilton era de um ponto antes da corrida. Contudo, a batida da Renault de Piquet causou safety-car, Massa foi para o boxe onde houve um erro mecânico em que a mangueira ficou presa no carro.

Assim, o ferrarista, que era líder naquele momento, terminou a corrida em 13º fora da zona de pontuação. Enquanto isso, Hamilton foi o terceiro colocado. Além disso, Fernando Alonso, na Renault nessa corrida, foi o grande beneficiado vencendo o GP de Singapura de 2008. Por fim, o inglês foi campeão na última volta da GP do Brasil com uma diferença de apenas um ponto sobre Felipe Massa.

- Advertisement -
- Advertisement -
Últimas Noticias

Palmeiras vence Portuguesa em jogo atrasado

Em jogo atrasado da quinta rodada do Campeonato Paulista, o Verdão ganhou da Portuguesa, por 2 a 0, no...
- Advertisement -

Mais notícias como essa

- Advertisement -