terça-feira, dezembro 6, 2022

No Chile clássico é suspenso após bomba ser atirada em campo

Jogos
Luiz Vinicius
Luiz Vinicius
Natural de Magé (RJ), Luiz Costa é empreendedor, criador de conteúdo sobre apostas e Apostador Profissional a mais de 4 anos. Foi finalista do programa MASTERBET na rede Bandeirantes e é redator em alguns sites de apostas Esportivas.

Quando tudo parecia indicar que haveria uma festa em Valparaíso entre Universidad de Chile e Universidad Católica para a partida de volta das quartas de final da Copa Chile. Um incidente contra Martín Parra das arquibancadas da equipe local mudou todos os planos da partida e deu lugar a angústia. O goleiro teve que ser levado de ambulância para o hospital mais próximo para ser tratado após uma bomba explodir ao seu lado e causar trauma acústico.

O Início do jogo

Os primeiros minutos do jogo mostravam que ia ser um jogo quente e cheio de emoções. Aos dois minutos de jogo, a Universidad Católica teve sua primeira oportunidade com uma penalidade ocasionada por uma mão dentro da área de Felipe Seymour, Fernando Zampedri beteu e marcou com um chute cruzado que goleiro Martín Parra não conseguiu alcançar, embora tivesse advinhado o canto. Em meio às comemorações dos torcedores donos da casa, eles lançaram um projétil perto do goleiro da Universidad de Chile que prejudicou o andamento da partida.

Problema em campo

Cinco minutos depois, uma bomba foi lançada e explodiu a um metro de distância de Martín Parra, que automaticamente colocou as mãos no seu rosto e se afastou da pequena área para cair no chão enquanto esperava por assistência médica. Diante dessa situação, todos os médicos da Universidad Católica e da La U correram para o campo para prestar os primeiros socorros no goleiro e garantir que o incidente não se agravasse.

Após cinco minutos exaustivos, os jogadores da católica e da Universidad de Chile saíram para o vestiário para aguardar a confirmação oficial. Por fim, Parra foi transferido de maca com colar cervical para a ambulância para ser levado ao hospital mais próximo e saber exatamente as condições físicas do goleiro.

De acordo com as informações fornecidas pela Universidade do Chile, o goleiro foi acompanhado pelo médico do campus à Clínica Los Andes em Santiago do Chile para realizar os exames necessários no atleta.

Partida suspensa

Depois que o goleiro foi transferido de ambulância para a clínica, a suspensão oficial do jogo era aguardada pelos jogadores, já que não foi possível a retomada após o incidente. Primeiro por respeito ao jogador que foi atacado e segundo para proteger a saúde dos atletas restantes em campo, pois o clima no estádio era hostil e o medo era de que algo pudesse vir a acontecer novamente com outro jogador.

Nesse sentido, a conta La U publicou um comunicado em sua página oficial no Twitter para confirmar a suspensão da partida: “Jogo oficialmente suspenso por falta de garantias, após as lesões sofridas pelo nosso goleiro Martín Parra como resultado do lançamento dos fogos de artifício para o campo.”

Alívio momentâneo
Um primeiro relatório médico informou o estado de saúde do goleiro e trouxe boas notícias diante do fato ocorrido.

“Ele não ouve em um ouvido e tem um trauma acústico no lado esquerdo.”  Anunciou a Universidade do Chile. Parra continuará internado na clínica em observação até que possa realizar uma análise aprofundada e trazer tranquilidade tanto aos familiares quanto aos fãs.


- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -
Últimas Noticias

Site americano elege os melhores de cada posição na NBA 22/23

A temporada 2022/2023 da NBA chega aos seus 50 dias de competição. Então, o site Fadeaway World decidiu selecionar...
- Advertisement -

Mais notícias como essa

- Advertisement -