Entre com suas credênciais

Brasileirão série A


Brasileirão série B


Lá se vão 25 anos! Mansell conquistava seu primeiro título na Fórmula 1, com vitória de Senna

16/08/2017 - 13:11 - Automobilismo

por Flávio Figueiredo

Depois de tanto vencer ao longo de 1992, Nigel Mansell nem precisou ir ao alto do pódio no GP da Hungria para se sagrar campeão da Fórmula 1. Há exatos 25 anos atrás, o piloto britânico, mesmo derrotado por Ayrton Senna no leste europeu, carimbou uma das conquistas mais esperadas da história da categoria.

Mansell acordou em 16 de agosto de 1992 em uma situação muito confortável. Largando em segundo na Hungria, atrás apenas do companheiro Riccardo Patrese, o piloto iria brigar pela vitória como sempre. A questão do título era pura formalidade, líder com 46 pontos de vantagem para Patrese, Mansell não seria capaz de perder o título.
 
De qualquer forma, a etapa do Hungaroring era o primeiro match point de Nigel, bastava abrir mais 4 pontos de vantagem para Riccardo. Em outras palavras, a vitória selaria o título, independente de resultados paralelos: o triunfo dava 10 pontos, enquanto o segundo lugar rendia 6.

Mas acontece que a largada não foi boa para Mansell. O britânico até partiu bem e poderia fechar a primeira curva na liderança, mas Patrese não foi muito cordial: Riccardo espremeu Nigel, que perdeu tempo e duas posições. Enquanto Patrese liderava, Mansell surgia atrás de Senna e Gerhard Berger, ambos da McLaren.

Conforme Patrese disparava, Senna acabava ajudando Mansell. O brasileiro não tinha um ritmo muito bom nas primeiras voltas e estava claramente segurando os adversários. Além de Berger e Mansell, os companheiros Michael Schumacher e Martin Brundle também estavam próximos. Assim, Gerhard caiu na armadilha de Nigel, que encaixou uma ultrapassagem já na volta 7.

Depois disso, o GP da Hungria incorporou o espírito da temporada 1992 e virou uma corrida de pouca ação. Patrese, Senna e Mansell completaram a primeira metade da corrida dando toda a pinta de que iriam ao pódio nesta ordem. Salvo alguma surpresa.

A surpresa veio na volta 39, quando Patrese cometeu um erro mastodôntico. Na aproximação da curva 2, o italiano rodou sozinho e ficou atolado na beira da pista. O piloto voltou à corrida com a ajuda dos fiscais, mas apenas na sétima posição. A liderança caía no colo de Senna, assim como o título caía no colo de Mansell.

A corrida estava relativamente tranquila, mas Mansell precisava se certificar de que tudo daria certo. Faltando 15 voltas para o fim, Nigel foi aos boxes. O piloto temia um furo de pneu e, mesmo abrindo mão do segundo lugar, teria ritmo mais do que suficiente para recuperar. Na saída dos boxes, era sexto. Sete giros depois, já havia recuperado a posição que lhe garantia o título mundial.

No pódio, todos estavam felizes. Senna comemorava sua segunda vitória no ano, enquanto a McLaren celebrava seu primeiro pódio duplo em 1992, com Berger em terceiro. Mansell, por sua vez, também estava emocionado com o título que já havia deixado escapar em três oportunidades – 1986, 1987 e 1991.

“Quando você chega tão perto três vezes e não ganha, acha que não vai conseguir nunca. Agora eu vejo que ser campeão é a coisa mais gostosa do mundo”, disse o inglês.

Assista o Compacto do GP da Hungria 1992:

*Fonte: Grande Prêmio

# Aposte nos pilotos da maior categoria do automobilismo mundial com as melhores cotações. 

 

Leia Mais:

"Loucura"! Segundo Ross Brown, Alonso não vai para a Indy em 2018

Felipe Massa cogita participar da Temporada 2018

 

tabela

Campeonato Brasileiro Série A

Classificação Pontos
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36

VEJA A TABELA COMPLETA

prognósticos

1 CRU x GRE

ver dica

Confiança

80%
2 GOI x PAL

ver dica

Confiança

80%
3 INT x SPFC

ver dica

Confiança

80%

VEJA MAIS PROGNÓSTICOS

Bolão

RANKING

1 André ***

0,00

2 Renato ***

0,00

3 Alessandro ***

0,00

4 Ale ***

0,00

5 Yudi ***

0,00

VEJA O RAKNING COMPLETO


Mais Esportes