Entre com suas credênciais

Brasileirão série A


Brasileirão série B


Em período de trocas, brasileiros saem perdendo na NBA

24/02/2017 - 17:10 - Basquete

por Flávio Figueiredo

Após o período de trocas na NBA, o basquete brasileiro saiu com um saldo negativo nas movimentações dos times. Anderson Varejão, Marcelinho Huertas e Tiago Splitter foram desvalorizados no período. Anderson Varejão, que  já havia sido dispensado pelo Golden State Warriors no começo do mês, ainda segue sem time na NBA. Aos 35 anos de idade, o pivô brasileiro sequer tem sido envolvido em especulações e parece cada vez mais difícil imaginar que ele continue no basquete americano. Situação pior é do pivô Tiago Splitter que, sem jogar desde janeiro de 2016, vem lutando contra lesões e foi trocado pelo Atlanta Hawks para o Philadelphia 76ers. O brasileiro tem 32 anos e está em um time quem possui uma das piores campanhas da temporada e está em processo de reconstrução. Para piorar, uma das peças fundamentais da reconstrução do Philadelphia é o pivô Joel Embiid, justamente o titular da posição de Splitter. Fora ele, outra promessa é o reserva de Embiid, Jahlil Okafor. Neste momento, os Sixers ainda têm Andrew Bogut também como pivô no elenco, ou seja, o brasileiro seria a quarta opção.  Além disso tudo, Splitter está em último ano de contrato e sua situação física e trocas recentes sugerem que o valor de mercado dele diminuiu.

Outro que não se deu bem foi Marcelinho Huertas. O armador foi pouquíssimo aproveitado nesta temporada nos Lakers e houve momentos até em que o técnico Luke Walton optou por escalar Brandon Ingram, um ala, em situações em que não havia armadores disponíveis a não ser o brasileiro. Aos 33 anos e dispensando de um time que pensa em se reformular, também é difícil imaginar que Huertas tenha mais chances na NBA. Nos Raptors, a chegada de Serge Ibaka certamente afeta Lucas Bebê. O brasileiro ainda deve ter minutos na rotação do time canadense, mas devem ser menores, apenas como reserva de Jonas Valanciunas. Por outro lado, quem pode comemorar a deadline é Cristiano Felício. Os Bulls trocaram o ala-pivô Taj Gibson e isso pode significar mais minutos para o brasileiro. Em Houston, Nenê Hilário deve continuar alternando dias de titular e reserva, mas sempre com minutos constantes e o mais importante: num time com chances de ir longe nos playoffs e com provavelmente o MVP da temporada.

 

Leia mais:

A reação impressionante do Miami Heat na NBA

tabela

Campeonato Brasileiro Série A

Classificação Pontos
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36

VEJA A TABELA COMPLETA

prognósticos

1 CEA x STA

ver dica

Confiança

85%
2 ABC x VIT

ver dica

Confiança

75%
3 BRA x PAN

ver dica

Confiança

90%

VEJA MAIS PROGNÓSTICOS

Bolão Rodada 11

RANKING

1 André ***

0,00

2 Renato ***

0,00

3 Alessandro ***

0,00

4 Ale ***

0,00

5 Yudi ***

0,00

VEJA O RAKNING COMPLETO


Mais Esportes