Entre com suas credênciais

Brasileirão série A


Brasileirão série B


35 anos da "Tragédia de Sarriá"

22/06/2017 - 14:54 - Futebol

por Flávio Figueiredo

Tragédia do Sarriá foi como ficou conhecida a partida "Brasil 2 X 3 Itália", partida da segunda fase na Copa do Mundo de 1982 e disputada em 5 de julho de 1982, no estádio Sarrià. A partida ganhou este nome em referência ao estádio onde foi disputada.

Após aquele jogo, parte da imprensa brasileira defende a visão de que aquela seleção estava entre as melhores da história do Brasil, que aquela seleção teria "encantado o mundo", e que a eliminação para a Itália teria sido um "acidente", uma "uma tragédia" (daí o nome "Tragédia do Sarriá"). Outra corrente prefere dar crédito à qualidade da seleção italiana, defendendo a idéia de que a Itália simplesmente era melhor.

Pré-jogo

Na Copa do Mundo de 1982, a chamada "quartas de finais" foi organizada de forma diferente do mata-mata tradicional. Foi-se formado quatro grupos com três equipes cada. O Brasil caiu no Grupo 3, ao lado de Itália e Argentina. Os hermanos, do jovem Maradona, perderam por 2x1 para os italianos e por 3x1 para os brasileiros. Por conta deste melhor saldo de gols, o Brasil começaria a partida com a vantagem de um empate para se classificar para as semifinais.

Além disso, o Brasil receberia amplo favoritismo pelo futebol apresentado por ambas as equipes durante aquela Copa do Mundo. A Itália era uma equipe em crise com a torcida e imprensa.

Porém, era uma equipe que tinha jogadores do quilate de Zoff, Cabrini, Scirea e Gentile, que jogavam juntos desde 1976, treinavam praticamente todo dia, e principalmente, sabiam de duas coisas primordiais: Zico e Falcão não poderiam jogar e a defesa do Brasil era vulnerável, especialmente em bolas aéreas.

1º Tempo

O jogo começa e a Itália logo tem uma oportunidade desperdiçada por Rossi, que falha no arremate. Na segunda chance, porém, ele não desperdiçou. Cabrini cruzou e Rossi, sozinho, testou sem chances para Waldir Perez. Eram 5 minutos de jogo e a Itália saía na frente.

O Brasil precisava buscar o empate e correu atrás, encurralando a Itália no seu campo. Primeiro, Serginho desperdiçou uma oportunidade clara, cara a cara com o goleiro. Mas o Brasil seguiu atacando. Zico, em jogada individual deixa Sócrates na cara do gol. É o empate brasileiro, logo aos 12 minutos de jogo.

No 25º minuto de jogo, Cerezo tenta um passe cruzado,ainda no campo de defesa, para Oscar. Rossi se antecipa, rouba a bola e chuta. Itália na frente novamente.

“Quando a Itália fez o segundo gol, olhei para o Cerezo e ele estava chorando. Fiquei louco de raiva. Descontrolado mesmo. Fui até ele e disse: ‘Se você não parar de chorar agora, meto-lhe a mão na cara. Este é um jogo para homens, Toninho. Se você está com medo, saia logo"

O Brasil partiu pra cima, encurralando a Itália novamente. Num lance dentro da área, Gentile puxa a camisa do Zico, chegando a rasgá-la. Penalti clarissimo que o juíz não viu. De nada adiantou as reclamações brasileiras, e de Zico mostrar a camisa rasgada para o árbitro. A alegação da arbitragem é que o lance já se encontrava paralisado, pois Zico estava impedido. O jogo seguiu, e o primeiro tempo terminou mesmo 2 x 1 Itália.

2º Tempo

O Brasil começou o segundo tempo como terminou o primeiro: pressionando. Antes de conseguir empatar, desperdiçou 2 oportunidades: a primeira com Facão, e a outra com Serginho.

Aos 23 minutos, o Brasil conseguiu empatar. Junior saiu da lateral para o meio e passou a Falcão na entrada da área. O ídolo colorado recebeu, virou o corpo como se fosse passar para Cerezo (que entrava em velocidade puxando a marcação), mas rapidamente mudou de direção, abrindo um clarão à sua frente. Pé esquerdo na bola, pancada e caixa. Aos 23 do segundo tempo, a vaga era novamente do Brasil.

Porém, 6 minutos depois, numa jogada de escanteio, Rossi faz o terceiro gol italiano. O relógio marcava 29 do 2º tempo, e a Itália novamente ficava em vantagem. Após o gol, O Brasil ainda teve uma chance de empatar em cabeçada que Zoff salvou em cima da linha e a Itália teve um gol mal anulado pela arbitragem.

"Para mim, o momento determinante daquele jogo contra o Brasil foi a defesa da cabeçada do Oscar, a poucos minutos do fim. Eu peguei a bola em cima da linha. Isso nos permitiu manter a vitória e, depois, ganhar a Copa. O jogo com o Brasil foi o mais bonito e mais importante, aquele que todos na Itália recordam. E todos lembram da minha defesa na linha, quando os brasileiros já comemoravam e achavam que tinha sido gol. Foi um momento intenso, porque eu tive medo de que o juiz não visse bem. Todos os torcedores italianos me lembram daquela defesa" concluiu Zoff.

Assista Abaixo Melhores Momentos do Jogo:

# Realize apostas ao vivo com as melhores cotas e mercados. Na , você se CADASTRA E GANHA R$ 300,00 PARA COMEÇAR A JOGAR.

 

Pós-Jogo

"Voltem tranqüilos para o Brasil. Vocês jogaram o melhor futebol da Copa e o mundo inteiro aplaudiu o nosso time."

O exuberante Brasil de 1982 caiu na 2ª fase e terminou em 5º lugar com 15 gols marcados e seis sofridos em cinco jogos. A desacreditada Itália foi campeã com 12 gols marcados e seis sofridos em sete jogos.

Após o apito final do árbitro, um garotinho foi clicado pelo fotógrafo Reginaldo Manente enquanto chorava a eliminação brasileira na Copa. Esta foto estampou a capa do “Jornal da Tarde”, na edição do dia posterior a eliminação brasileira. Somente a foto, ampliada, sem texto nenhum além da data da tragédia do Sarriá. A imagem ganhou o Prêmio Esso, láurea maior entre os jornalistas do país.

"Acabou a partida e eu precisava mostrar o sentimento que ficou disso. Não dava nem para engolir saliva: um nó na garganta, uma cara de idiota... Tive que fazer a leitura do que o jornal estava pensando e de como seria a primeira pagina, a capa".

Nos três jogos da primeira fase e na partida de estreia na segunda fase, contra a Argentina, Paolo Rossi não havia balançado as redes uma vez sequer. Foi contra o Brasil, marcando três gols, que o atacante com então 25 anos iniciou sua trajetória rumo à artilharia do Mundial. Depois, fez os dois gols da vitória por 2 a 0 sobre a Polônia, na semifinal, e abriu o placar na decisão contra a Alemanha Ocidental. Jogo que deu o título aos italianos.

# Acesse  e faça sua aposta nos jogos da Copa das Confederações.

 

Leia Mais:

Grupo A da Copa das Confederações será definido na última rodada

Para os donos da casa é Vencer ou Vencer contra o México

 

tabela

Campeonato Brasileiro Série A

Classificação Pontos
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36

VEJA A TABELA COMPLETA

prognósticos

1 GOI x VAS

ver dica

Confiança

80%
2 AVA x CRU

ver dica

Confiança

80%
3 BOT x CAP

ver dica

Confiança

80%

VEJA MAIS PROGNÓSTICOS

Bolão

RANKING

1 André ***

0,00

2 Renato ***

0,00

3 Alessandro ***

0,00

4 Ale ***

0,00

5 Yudi ***

0,00

VEJA O RAKNING COMPLETO


Mais Esportes