Entre com suas credênciais

Brasileirão série A


Brasileirão série B


Bahia e Fluminense fazem o duelo de Tricolores na Fonte Nova

07/07/2017 - 08:56 - Futebol

por Flávio Figueiredo

No limite da zona de rebaixamento e sem vencer há seis partidas, o Bahia faz neste domingo, 9 de julho, o duelo entre tricolores com o Fluminense. Marcada para 16h (horário de Brasília) na Arena Fonte Nova, em Salvador, a partida faz parte da programação da décima segunda rodada do Campeonato Brasileiro em sua edição 2017.

Os tricolores baianos tiveram um ligeiro alívio em sua situação ao empatar o clássico com o Vitória, por 0 a 0, na décima primeira rodada. No Barradão, levaram sufoco do adversário, mas contaram com boa atuação do goleiro Jean para somar um ponto e deixar a região da degola. Com 11 pontos (3 vitórias, 2 empates e 6 derrotas), subiu para o décimo sexto lugar, primeira posição fora da zona de rebaixamento.

A situação, no entanto, segue delicada. Com quatro derrotas e dois empates nas últimas seis partidas, o Bahia tem o mesmo número de pontos do São Paulo, que está em décimo sétimo lugar e na zona de queda por ser superado nos critérios de desempate.

O técnico Jorginho, que cumpriu suspensão por expulsão e não pode ficar na área técnica no clássico, poderá voltar a ficar gritando com seus jogadores na lateral do gramado. Quem também volta é o zagueiro Lucas Fonseca. Assim como o treinador, ele foi expulso na derrota para o Flamengo, por 1 a 0, na Arena Salvador, e voltou a ter condições de jogo ao cumprir suspensão diante do Vitória. Deve retomar sua dupla com Tiago.

Porém, o duelo baiano também causou baixa. O volante Allione recebeu o terceiro cartão amarelo e não poderá enfrentar o Fluminense. Isso agrava os problemas no setor uma vez que Edson, ex-jogador do Tricolor das Laranjeiras, também não pode atuar. Pegou gancho de seis partidas por cuspir no atacante Kleber, do Coritiba.

O clube desistiu de recorrer da punição e o atleta ficará de fora nos próximos quatro jogos pelo Brasileirão. A decisão foi tomada depois que o departamento médico informou que o período sem jogos seria importante para que o atleta pudesse de recuperar de uma lesão no joelho, ainda que venha participando dos treinos com bola e, em caso de necessidade, pudesse ser escalado mesmo sem as condições físicas ideais.

 

Melhores Momentos de Chapecoense 3 x 3 Fluminense:

# Realize apostas ao vivo com as melhores cotas e mercados. Na , você se CADASTRA E GANHA R$ 300,00 PARA COMEÇAR A JOGAR.

 

Na noite de segunda-feira, 3 de julho, o Fluminense deixou escapar a oportunidade de entrar na zona de classificação para a Libertadores do Brasileirão ao tropeçar mais uma vez na Chapecoense.

Diante de um time que nunca conseguiu vencer em sete partidas na história do torneio, por muito pouco escapou da derrota mesmo contando com um jogador a mais nos minutos derradeiros do jogo (Rossi foi expulso). Um gol de Marco Júnior nos instantes finais do segundo tempo garantiu o empate por 3 a 3.

A partida mostrou as mesmas qualidades e deficiências do time. Seu ataque, mesmo desfalcado do artilheiro Henrique Dourado, mostrou velocidade e eficiência ao acertar oito das 12 finalizações. O sistema defensivo, contudo, cometeu uma série de falhas e permitiu ao rival finalizar 22 vezes. O resultado só não foi pior pela falta de pontaria da equipe catarinense, que mandou somente sete das bolas no alvo.

Com 19 gols sofridos em 11 partidas, o Fluminense tem a segunda defesa mais vazadado Brasileirão. Isso, naturalmente, gerou uma caça às bruxas. Os analistas escolheram como alvo os laterais Lucas e Léo como bodes expiatórios. Pouco produtivos ofensivamente, deixam brechas na defesa que são exploradas pelos rivais sem que os demais defensores consigam fazer a cobertura.

Na direita, o técnico Abel não tem opções melhores. Renato, reserva imediato de Lucas, é ainda mais ineficiente na marcação na comparação com o titular. Na esquerda, Mascarenhas, que fez duas boas partidas no time principal e depois foi ‘devolvido’ para a equipe sub-20, pode ganhar nova oportunidade.

Porém, a grande expectativa nas Laranjeiras é mesmo em relação a Henrique Dourado. Artilheiro do time no Brasileirão, o jogador sofreu uma contusão muscular na vitória, por 4 a 0, diante do Universidad Católica, do Equador, pela Copa Sul-Americana. Não pode encarar a Chapecoense e depende da evolução do tratamento para saber se enfrentará o Bahia. Caso não tenha condições, Abel pode manter Pedro no comando de ataque ou mesmo escalar mais um jogador no meio-campo para tentar ajudar o setor defensivo.

Wellington Silva deve começar a partida. O meia e atacante, que foi titular durante a maior parte da temporada, ficou pouco mais de um mês fora devido à pubalgia. Recuperado, entrou no segundo tempo das três últimas partidas do Tricolor e teve sua melhor performance contra a Chapecoense. Assim, é o maior candidato a ganhar a vaga de Richarlisson, que devido ao acúmulo de cartões amarelos não poderá atuar em Salvador.

Com 16 pontos (4 vitórias, 4 empates e 3 derrotas), o Fluminense abriu a décima segunda jornada na sétima posição. Como visitante, tem desempenho comparativamente melhor. É o quinto colocado na tabela que leva em consideração somente os resultados dos clubes longe de seus domínios. Somou sete dos 15 pontos possíveis nessa condição.

# Nosso especialista fez o PROGNÓSTICO desse jogo. Acesse  e faturecom esse jogo.

 

Leia Mais:

35 dias e contando! Palmeiras se foca no Brasileiro para ajustar time e se preparar para Liberta

Com vida quase resolvida nas copas, Grêmio encara Avaí para embalar no Brasileirão

 

tabela

Campeonato Brasileiro Série A

Classificação Pontos
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36

VEJA A TABELA COMPLETA

prognósticos

1 GOI x VAS

ver dica

Confiança

80%
2 AVA x CRU

ver dica

Confiança

80%
3 BOT x CAP

ver dica

Confiança

80%

VEJA MAIS PROGNÓSTICOS

Bolão

RANKING

1 André ***

0,00

2 Renato ***

0,00

3 Alessandro ***

0,00

4 Ale ***

0,00

5 Yudi ***

0,00

VEJA O RAKNING COMPLETO


Mais Esportes