Entre com suas credênciais

Brasileirão série A


Brasileirão série B


Conheça Qarabag! A cidade fantasma que está na Liga dos Campeões

31/10/2017 - 12:29 - Futebol

por Flávio Figueiredo

As ponderações corriqueiras do ínfimo Qarabag, do Azerbaijão, vão além do time que será escalado no próximo jogo ou do resultado desagradável na última rodada. Por lá, a maior crise é pura e simplesmente existencial.

"É duro representar uma cidade que não existe".

Em entrevista ao "El País", o técnico Qurban Qurbanov deixou transparecer a angústia que devasta o time há mais de 24 anos. Foi quando o Qarabag, por consequência dos conflitos sangrentos entre Azerbaijão e Armênia, saiu de Agdam para nunca mais voltar. Devastada pela guerra, a antiga casa do clube que disputa a fase de grupos da Liga dos Campeões pela primeira vez e que parou o Atlético de Madrid na semana passada é uma gigantesca e inabitável cidade fantasma.

O bombardeio dos seis anos da Guerra de Nagorno-Karabakh (1988 a 1994) reduziu o Estádio Imarat a ruínas - a última partida do Qarabag na ex-casa aconteceu em maio de 1993. Longos 24 anos atrás, portanto. A solução encontrada pelo clube foi mudar-se para Baku, capital do Azerbaijão. Há quase duas décadas e meia, um dos únicos resquícios de Agdam, a cidade que não existe mais, reside a mais de 400 quilômetros de distância.

"Espero que, em pouco tempo, possamos voltar à nossa cidade" completa o treinador.

Essa é a prova cabal de que a história do Qarabag passeia entre a linha tênue que separa o sofrimento da esperança. O retorno a Agdam é tido muito mais como sonho do que como objetivo, é bem verdade, mas o clube encontra nos resultados do futebol o seu alento. Como se mergulhar no trabalho aliviasse as mágoas, numa analogia simples. Desde que foi expulso de casa, a equipe fundada em 1951 se consolidou como uma potência no país. É só olhar os principais títulos conquistados de lá para cá:

Consequentemente, a presença em competições europeias passou a ser constante. Como a Liga Europa, por exemplo - embora tenha culminado em eliminação ainda nas qualificatórias em cinco das seis participações. Em 2014, um marco: a classificação para a Liga dos Campeões. Começou sua trajetória no torneio mais badalado do mundo logo eliminando o Valletta, de Malta, na segunda fase (vitórias por 1 a 0 e 4 a 0), mas caiu para o Salzburg na etapa seguinte por causa de um gol sofrido em casa no jogo de ida.

A maior façanha da história de vida do Qarabag, no entanto, foi alcançada na atual temporada. Pela primeira vez, o clube adquiriu o direito de disputar a fase de grupos da Champions. Para isso, precisou eliminar o Samtredia (da Geórgia), o Sheriff (da Moldávia) e o Copenhague (da Dinamarca). Esse último graças ao gol marcado como visitante na derrota por 2 a 1 na volta - o jogo de ida terminou 1 a 0 para o time azeri. Quanta ironia.

"A cidade parou. Vou te falar uma coisa, nós sabíamos que iríamos passar contra o Copenhaguen. E foi o que aconteceu. Jogamos com personalidade, do que jeito que sabemos jogar. Depois do jogo, você via o treinador chorando, todo mundo chorando. Ficamos muito emocionados. Quem não sonhar em jogar uma Champions? Ainda mais eu que sai da várzea, jogava nos campos de terra lá em São Paulo, no Grajaú" recordou o atacante Richard Almeida, brasileiro naturalizado azeri, ao GloboEsporte.com.

O time pré-rotulado como saco de pancadas do grupo que também tem Chelsea, Atlético de Madrid e Roma surpreendeu. Sofreu, sim, uma goleada de 6 a 0 para os Blues. Contra os italianos, no entanto, perdeu por 2 a 1 apenas - e com chances de empatar. E na última rodada, segurou o empate sem gols com o Atlético jogando em Bakú. Uma vitória que valeu um ponto.

"Se souberem que um armênio está vindo, eles matam"

O cessar-fogo em maio de 1994 pôs fim à guerra nos arredores de Agdam, mas não ao sentimento hostil que paira entre azeris e armênios. O conflito étnico existe há decadas e eclodiu especialmente no início dos anos 90, com o desmantelamento da União Soviética - da qual faziam parte tanto Azerbaijão quanto Armênia. Vidas e mais vidas foram levadas em conflitos por pedaços de terra.

É claro que a guerra atingiu em cheio o Qarabag, e a mudança para Bakú serviu apenas para aliviar a dor. Qarayev, volante do time, perdeu o pai e outros familiares. O exemplo se repete nos casos de outros jogadores, funcionários...

"Se souberem que um armênio está vindo para cá, eles matam. E se alguém daqui sair daqui e for para a Armênia, os armênios matam. A amizade é zero" conta Richard.

"É um momento que ficou marcado para todo mundo, porque o time é da cidade (de Agdam), mas agora fica em Bakú. Aqui tem pessoas que perderam familiares. Muitos vêm apoiar a gente, e sempre queremos jogar por eles, dar um pouco de suporte e alegria. Foi uma coisa trágica. Até nós que não somos daqui, não vivíamos aqui na época, sentimos pelas pessoas que se foram" completa.

Richard revela um pedido feito pelo presidente do clube, Tahir Gözel.

"O que aconteceu na cidade de Qarabag foi uma coisa muito trágica. Morreram muitas crianças, muitas pessoas. Muitas pessoas vieram para Bakú, o presidente trouxe muitos refugiados para cá. O nosso presidente sempre frisa que cada vitória é para dedicar aos que se foram. Todo ano tem uma homenagem para lembrar da guerra, e o presidente sempre fala que a guerra matou muita gente, que muitos perderam familiares e que nós temos que jogar por eles".

Pode ter certeza de que estão.

*Fonte: Globoesporte.com

# Aproveite o BÔNUS GRÁTIS oferecido pela , acesse o link e comece a faturar AGORA!!!

 

Leia Mais:

Com pior início na La Liga desde Mourinho, CR7 pode ser suspenso de novo

Grupo Islâmico usa imagem de Neymar e Messi para ameaçar Copa

 

tabela

Campeonato Brasileiro Série A

Classificação Pontos
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36

VEJA A TABELA COMPLETA

prognósticos

1 CEA x STA

ver dica

Confiança

85%
2 ABC x VIT

ver dica

Confiança

75%
3 BRA x PAN

ver dica

Confiança

90%

VEJA MAIS PROGNÓSTICOS

Bolão

RANKING

1 André ***

0,00

2 Renato ***

0,00

3 Alessandro ***

0,00

4 Ale ***

0,00

5 Yudi ***

0,00

VEJA O RAKNING COMPLETO


Mais Esportes