Entre com suas credênciais

Brasileirão série A


Brasileirão série B


É TETRA! 23 anos depois veja essas revelações!

17/07/2017 - 16:46 - Futebol

por Alessandro Lisboa

.:: 15ª Copa do Mundo, EUA 1994 ::.

A Copa do Mundo FIFA de 1994 foi sediada nos Estados Unidos, sendo a 15ª Copa do Mundo de Futebol a ser realizada.
Apesar da pouca tradição norte-americana no futebol, foi o mundial do país que bateu todos os recordes de público, mantidos até os dias de hoje.
Com um futebol extremante eficiente e com um grupo muito unido liderado pelo polêmico craque Romário, a Seleção brasileira conquistou o quarto título mundial ao bater a Itália nos pênaltis. A vitória do Brasil foi comemorada também como uma homenagem ao tricampeão mundial de fórmula 1 Ayrton Senna, morto em 1 de maio daquele ano.
Foi uma copa de surpresas. A Bulgária, que até ali em 6 participações anteriores jamais havia vencido um jogo de Copa do Mundo superou grandes favoritos, sendo a 2ª colocada em um grupo que tinha a Argentina, além de eliminar em um jogo emocionante a Alemanha, até então a Campeã mundial, por 2 a 1 nas quartas de final. Outra surpresa foi a Nigéria, com seu futebol ofensivo. Romênia e Suécia também surpreenderam. Os suecos ficaram com o 3º lugar ao derrotar a Bulgária por 4 a 0.  

Curiosidades:

Foi o último mundial a ter 24 seleções disputando o torneio. Na Copa da França, em 1998, seriam 32 seleções, critério que se segue até hoje. O fraco desempenho técnico e a baixa média de gols no Mundial anterior fez a FIFA mudar algumas regras do jogo para torná-lo mais atraente aos olhos do público. Entre as mudanças, merecem ser citadas:

– Num lance que possa gerar dúvida, o benefício será dado sempre à equipe que ataca;
– No atraso de bola (recuo de bola) feito com os pés ao goleiro, ele só pode receber a bola com os pés; a exceção da regra só vale se a bola for atrasada com o peito ou a cabeça, para que o goleiro possa agarrar a bola;
– Cartão vermelho ao jogador que atingir o adversário por trás; o mesmo vale para o jogador que comete falta como último homem da defesa;
– Substituição do goleiro, em caso de contusão ou expulsão do mesmo;
– Três pontos por vitória para estimular as equipes a jogar pela vitória;
– Todos os 11 reservas ficam no banco de reservas; antes disso, o treinador era obrigado a escolher 5 dos 11 reservas para serem relacionados no banco de reservas;
– Os números dos atletas devem ficar nas costas da camisa em números grandes, com o respectivo nome do atleta;
– As camisas devem ter números também na frente, em dimensões menores ou iguais as que devem ficar na frente do calção.
– O centroavante russo Oleg Salenko conseguiu um recorde. Ele marcou 5 gols numa só partida, quando sua equipe goleou o Camarões por 6×1. Até hoje, ninguém conseguiu igualar tal feito.
– O mundial dos EUA testemunhou a primeira expulsão de um goleiro em Copas: o italiano Gianluca Pagliuca conseguiu tal feito na partida contra a Noruega na primeira fase. Aos 22 minutos do primeiro tempo, em um contra-ataque norueguês, o goleiro italiano deu um tapa na bola fora de sua área. Como era o último homem da defesa, ele foi expulso. Aí entrou a regra da terceira substituição: para entrar o goleiro reserva Luca Marchegiani, o treinador italiano Arrigo Sacchi tirou o atacante Roberto Baggio. Pela expulsão, o goleiro italiano pegou 2 jogos de suspensão, só voltando ao time titular no jogo de quartas-de-final diante da Espanha.
– O cartão amarelo mais rápido da Copa de 1994 foi dado ao russo Sergey Gorlukovich, quando o jogo contra a Suécia nem havia começado. Ele acabou igualando a façanha do italiano Giampiero Marini, que também recebeu amarelo antes do início do jogo contra a Polônia, em 1982.
– 3 Seleções retornam a disputar um mundial após um longo período : Noruega (56 anos depois), Bolívia (44 anos depois), Suíça (28 anos depois). (Fonte: wikipedia.org)

É tetra, é tetra

Mesmo sem o brilho de outras equipes, a seleção brasileira soube impor seu jogo e superar as adversidades. Com um esquema tático preparado para proteger a defesa, o Brasil foi o time que menos gols sofreu durante a Copa – foram três, um contra a Suécia, na primeira fase, e dois contra a Holanda, nas quartas de final.

Mérito do treinador Carlos Alberto Parreira, que não sucumbiu às críticas e manteve a sua filosofia de jogo. Muito bem orientados e adaptados ao esquema, o meia defensivo Mauro Silva e o zagueiro Márcio Santos se destacaram na competição, garantindo a solidez da zaga brasileira.

Outro meia defensivo, o capitão Dunga, calou os críticos, liderou o time dentro do campo com muita garra e, como recompensa, ergueu a taça. De jogador símbolo de um futebol feio e perdedor, passou a capitão do tetracampeonato, figura incontestável no meio-campo da seleção brasileira.

Quem também calou os críticos foi o lateral-esquerdo Branco. Veterano, ele entrou no time no lugar de Leonardo, suspenso do Mundial depois de ter dado uma cotovelada em Tab Ramos, durante jogo contra os Estados Unidos. E foi justamente em uma magistral cobraça de falta de Branco que o Brasil venceu o seu jogo mais difícil na campanha do tetracampeonato, contra a Holanda, nas quartas de final.

No ataque, a pouca criatividade do meio-campo foi compensada pela genialidade do atacante Romário. Ele personificou a força ofensiva do futebol brasileiro. O Baixinho fez cinco gols no Mundial, entre eles um de cabeça no meio da gigante defesa sueca nas semifinais do torneio.

Quando não marcou, Romário contou com a ajuda do parceiro Bebeto, que apareceu em momentos decisivos, como na difícil vitória sobre os Estados Unidos, nas oitavas de final.

Pouco exigido durante todo o Mundial, o goleiro Taffarel mostrou competência e sorte de campeão quando o Brasil precisou dele. Defendeu a cobrança de Massaro e viu Baresi e Baggio chutarem por cima na decisão por pênaltis contra a Itália.

Combinando organização e talento e mesclando disciplina tática à arte de Romário, a seleção brasileira acabou com a agonia da torcida, que já durava 24 anos. Conquistou seu primeiro título mundial sem Pelé e recuperou o prestígio da camisa verde e amarela. (Fonte: uol.com.br)


.:: Os Tetra-Campeões Mundiais ::.
Em pé: Taffarel, Jorginho, Aldair, Mauro Silva, Márcio Santos e Branco;
Agachados: Mazinho, Romário, Dunga, Bebeto e Zinho; Técnico: Parreira
Crédito: www.jogamundo.tumblr.com
Elenco da Seleção Brasileira na Copa do Mundo
    Nome Completo Alcunha Clube J G C
01 GO Cláudio André Mergen Taffarel Taffarel AC Reggiana/ITA 7 3 2
12 Go Armelino Donizetti Quagliato Zetti FC São Paulo/SP 0 0 1
22 GO Gilmar Luís Rinaldi Gilmar CR Flamengo/RJ 0 0 1
02 Ld Jorge de Amorim Campos Jorginho Bayern München/ALE 7 0 2
14 Ld Marcos Evangelista de Moraes Cafu FC São Paulo/SP 3 0 1
03 Za Ricardo Roberto Barreto Rocha Ricardo Rocha CR Vasco da Gama/RJ 1 0 2
04 Za Ronaldo Rodrigues de Jesus Ronaldão Shimizu S-Pulse/JAP 0 0 1
13 Za Aldair Nascimento dos Santos Aldair AS Roma/ITA 7 0 2
15 Za Márcio Roberto dos Santos Márcio Santos FC Bordeaux/FRA 7 1 1
06 Le Cláudio Ibrahim Vaz Leal Branco FC Fluminense/RJ 3 1 3
16 Le Leonardo Nascimento de Araújo Leonardo FC São Paulo/SP 3 0 1
05 Mc Mauro da Silva Gomes Mauro Silva Dep. La Coruña/ESP 7 0 1
08 Mc Carlos Caetano Bledorn Verri Dunga VFB Stuttgart/ALE 7 0 2
09 Mc Crizan César de Oliveira Filho Zinho SE Palmeiras/SP 7 0 1
10 Mc Raí Souza Vieira de Oliveira Raí Paris st-Germain/FRA 5 1 1
17 Mc Iomar do Nascimento Mazinho SE Palmeiras/SP 6 0 2
07 At José Roberto Gama de Oliveira Bebeto Dep. La Coruña/ESP 7 3 2
11 At Romário de Souza Faria Romário FC Barcelona/ESP 7 5 2
18 At Paulo Sérgio Silvestre do Nascimento Paulo Sérgio Bayer Leverkusen/ALE 2 0 1
19 At Luis Antônio da Costa Müller FC São Paulo/SP 1 0 3
20 At Ronaldo Luís Nazário de Lima Ronaldo EC Cruzeiro/MG 0 0 1
21 At Paulo Sérgio Rosa Viola SC Corinthians/SP 1 0 1
Técnico: Carlos Alberto Gomes Parreira Parreira Conf. Brasileira de Futebol
# Capitão da Seleção Brasileira: Carlos Caetano Bledorn Verri “Dunga”.
# Leonardo foi expulso contra os Estados Unidos e ficou fora do restante da copa;
# Página Oficial da FIFA: www.fifa.com/worldcup/teams/brazil
# Referência: wikipedia.org/1994-word-cup/squad

.:: Campanha do Tetra ::.
Primeira Fase – 1ª Rodada
20 de Junho 1994, 16:00 hs – Stanford Stadium, Stanfod, Califórnia – 81.061 pag
Brasil – Brazil 2 x 0 Russia
Romário, 26′
Raí, 52′ (pen)
LINK  
Para acessar as escalações clique no Link – To access the matches click on the Link
Primeira Fase – 2ª Rodada
24 de Junho de 1984, 13:00 hs – Stanford Stadium, Stanfod, Califórnia – 83.401 pag
Brasil – Brazil 3 x 0 Camarões – Cameroon
Romário, 39′
Márcio Santos, 66′
Bebeto, 73′
LINK  
Para acessar as escalações clique no Link – To access the matches click on the Link
Primeira Fase – 3ª Rodada
28 de Junho de 1994, 16:00 hs – Pontiac Silverdome, Pontiac, Michigan – 77.217 pag
Brasil – Brazil 1 x 1 Suécia – Sweden
Romário, 46′ LINK Kennet Andersson, 23′
Para acessar as escalações clique no Link – To access the matches click on the Link
Oitavas as de Final
4 de Julho de 1994. 12:35 hs – Stanford Stadium, Stanfod, Califórnia – 84.147 pag
Estados Unidos – USA 0 x 1 Brasil – Brazil
  LINK Bebeto, 72′
Para acessar as escalações clique no Link – To access the matches click on the Link
Quartas as de Final
9 de Julho de 1994. 14:35 hs – Cotton Bowl, Dallas, Texas – 63.500 pag
Holanda – Netherlands 2 x 3 Brasil – Brazil
Dennis Bergkamp, 64′
Aron Winter, 76′
LINK Romário, 53′
Bebeto, 63′
Branco, 81′
Para acessar as escalações clique no Link – To access the matches click on the Link
Semi-Final
13 de Julho de 1994. 16:00 hs – Rose Bowl, Pasadena, Califórnia – 91.856 pag
Suécia – Sweden 0 x 1 Brasil – Brazil
  LINK Romário, 80′
Para acessar as escalações clique no Link – To access the matches click on the Link
Final
17 de Julho de 1994. 12:35 hs – Rose Bowl, Pasadena, Califórnia – 94.194 pag
Brasil – Brazil 0 x 0 Itália – Italy
Pênaltis
Márcio Santos (Perdeu)
Romário (Fez)
Branco (Fez)
Dunga (Fez)
LINK
0 x 0
1 x 1
2 x 2
3 x 2
3 x 2
Pênaltis
Franco Baresi (Pra Fora)
Demetrio Albertini (Fez)
Alberigo Evani (Fez)
Daniele Massaro (Perdeu)
Roberto Baggio (Pra Fora)
Para acessar as escalações clique no Link – To access the matches click on the Link
Campanha Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Pró Gols Contra Saldo
Copa 7 5 2 0 11 3 8
# Brasil quatro vezes campeão mundial, 1958, 1962. 1970 e 1994;

.:: Galeria de Imagens ::.
Jogadores e comissão técnica homenagearm o piloto Airton Senna;
Crédito: www.mela10.it

.:: Os Campeões – The Champions ::.

tabela

Campeonato Brasileiro Série A

Classificação Pontos
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36

VEJA A TABELA COMPLETA

prognósticos

1 ATH x ATL

ver dica

Confiança

85%
2 MAD x CEL

ver dica

Confiança

80%
3 CAG x FIO

ver dica

Confiança

85%

VEJA MAIS PROGNÓSTICOS

Bolão Rodada 11

RANKING

1 André ***

0,00

2 Renato ***

0,00

3 Alessandro ***

0,00

4 Ale ***

0,00

5 Yudi ***

0,00

VEJA O RAKNING COMPLETO


Mais Esportes