Entre com suas credênciais

Brasileirão série A


Brasileirão série B


Mais um Duelo de Madrid na Liga dos Campeões

01/05/2017 - 12:09 - Futebol

por Flávio Figueiredo

Finalista de duas das três últimas edições da Liga dos Campeões da Europa, Real Madrid e Atlético de Madrid tiveram seu encontro na edição 2016/2017 da competição antecipada pelo sorteio. A partir desta terça-feira, 2 de maio, disputam as semifinais em partidas de ida e volta. A primeira acontece a partir de 15h45 (horário de Brasília) no estádio Santiago Bernabéu, na capital espanhola. O segundo está agendado para o estádio do Atlético no dia 10 de maio.

O Real acabou se dando melhor nas duas finais diante do rival, mas sempre com muita dificuldade. Venceu uma na prorrogação e outra na decisão por pênaltis. Atinge as semifinais depois de levar alguns sustos ao longo da temporada. Logo na fase de grupos, três empates, incluindo uma inesperada igualdade diante do Légia, na Polônia, o custou a liderança da chave F. Com 12 pontos (três vitórias e três empates), ficou atrás do Borussia Dortmund.

Na primeira etapa de playoffs, também começou com um susto. Em casa, no primeiro jogo contra o Napoli, saiu em desvantagem. Virou o jogo vencendo por 3 a 1. Repetiu o placar em Nápoles e avançou para as quartas de final.

 

 

Contra o Bayern de Munique, o Real conseguiu vencer na Alemanha, por 2 a 1, indicando que a vaga nas semifinais poderia vir sem maiores dramas. Não foi assim. Perdeu, em Madrid, por 2 a 1, precisando da prorrogação, um gol irregular e uma atuação favorável do juiz para marcar 3 a 0 e garantir sua sobrevivência no torneio.

Mesmo no Campeonato Espanhol, onde tenta conquistar o título depois de cinco anos de jejum, o drama parece que vai se alongar até a rodada final. No sábado, 29 de abril, em casa, o Real cumpriu sua obrigação ao derrotar o Valência, por 2 a 1. Assim, alcançou 81 pontos (25 vitórias, seis empates e três derrotas). Segue dividindo a liderança com o Barcelona, que leva vantagem nos critérios de desempate (confronto direto e saldo de gol). Por isso, o time da Catalunha aparece na primeira posição apesar de ter a mesma pontuação.

Contudo, o Real ainda tem uma partida a mais para fazer na comparação com seu rival. O jogo contra o Celta, em Vigo, adiado devido ao mau tempo, ainda não foi remarcado devido à participação das duas equipes em torneios continentais.

Para enfrentar seu maior rival na capital, o Real não poderá contar apenas com dois atletas. Estão em tratamento de lesão o defensor Pepe e o meia e atacante Gareth Bale (19 jogos, sete gols).

 

Assista os Melhores Momentos da Final da Liga dos Campeões 2016:

 

Embora o rival tenha um elenco considerado superior e maior capacidade de investimento, coube ao Atlético de Madrid uma campanha mais estável ao longo do ano na Liga dos Campeões. Na fase de grupos, o time até deixou para trás o também poderoso e favorito Bayern de Munique. Ficou em primeiro lugar na chave D com 15 pontos (cinco vitórias e uma derrota).

A única derrota, diante do Bayern de Munique (1 a 0 na Alemanha), foi sofrida não apenas quando a classificação, mas também o primeiro lugar do grupo, estavam garantidos. Na primeira fase de playoffs, nova definição rápida. Marcou 4 a 2 no Bayer Leverkusen, também em solo alemão, e só administrou a frente na partida de volta, que ficou no empate em gols.

Um pouco mais de dificuldade aconteceu nas quartas de final. Porém, nem tanto assim. Depois de vencer o Leicester, em Madrid, por 1 a 0, o Atlético saiu em vantagem no jogo na Inglaterra, cedeu o empate, por 1 a 1, mas nunca esteve ameaçado pela desclassificação.

A mesma regularidade não foi vista ao longo do Campeonato Espanhol. Até porque o técnico argentino Diego Simeone tentou, no início da temporada, fazer do torneio uma plataforma para o upgrade de seu estilo de jogo. Seu sistema fortemente defensivo e baseado nos contra-ataques foi deixado momentaneamente de lado na tentativa de produzir mais oportunidades de marcar. Acabou não funcionando conforme o esperado. O número de gols sofridos comprometeu a disputa do título. Assim, a fórmula anterior voltou a ser aplicada.

 

 

Com seu formato tradicional, o Atlético voltou a ter a defesa menos vazada de La Liga e briga com o Sevilha pelo terceiro lugar, o que garante vaga direta na fase de grupos da Liga dos Campeões edição 2017/2018. Está em vantagem na disputa depois da goleada, por 5 a 0, no sábado, diante do Las Palmas, na casa do rival. Subiu para 71 pontos (21 vitórias, oito empates e seis derrotas).

Simeone tem duas prováveis e importantes baixas para o jogo desta terça-feira. Não deve poder contar com o essencial meia belga Yannick Carrasco, que atuou em 32 das partidas do time em La Liga e assinalou dez gols. Ele sofreu uma lesão no primeiro tempo da derrota para o Villarreal, por 1 a 0, em casa, em 25 de abril. Não teve divulgada uma data para retorno.

Quem também deve ficar de fora é o experiente defensor Juanfran, que desperdiçou o pênalti decisivo na final da Liga dos Campeões da Europa 2015/2016. Com 23 jogos e nenhum gol na temporada atual do Campeonato Espanho, está fora há três partidas devido à lesão na coxa.

# Depois de ler o PROGNÓSTICO desse Clássico, ACESSE  e FATURE até 4.70 vezes o que INVESTIR.

 

Leia mais:

Gabriel Jesus volta a marcar pelo City

O Novo Estádio do Tottenham

tabela

Campeonato Brasileiro Série A

Classificação Pontos
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36

VEJA A TABELA COMPLETA

prognósticos

1 CRU x GRE

ver dica

Confiança

80%
2 GOI x PAL

ver dica

Confiança

80%
3 INT x SPFC

ver dica

Confiança

80%

VEJA MAIS PROGNÓSTICOS

Bolão

RANKING

1 André ***

0,00

2 Renato ***

0,00

3 Alessandro ***

0,00

4 Ale ***

0,00

5 Yudi ***

0,00

VEJA O RAKNING COMPLETO


Mais Esportes