Entre com suas credênciais

Brasileirão série A


Brasileirão série B


Nadal lamenta ausência de Federer: "Não temos mais 20 anos"

15/08/2017 - 15:47 - Tênis

por Flávio Figueiredo

Uma coroação bem diferente para um antigo rei. O espanhol Rafael Nadal foi surpreendido com a desistência do rival suíço Roger Federer no Masters 1000 de Cincinnati, alegando lesão nas costas. Horas depois da notícia, Nadal comemorou o retorno ao topo do ranking na próxima segunda-feira. Ele ressaltou, no entanto, ressaltou a ausência de grandes nomes do tênis na atualidade no torneio americano, principalmente Federer.

"Para mim, estar nessa posição é bem especial. Tenho a paixão e amor pelo jogo. É por isso que consegui voltar a essa posição. Se você não tem dúvidas, é porque você é muito arrogante e eu não sou muito. Tem uma nova geração vindo e é muito difícil voltar a ser número 1. Não temos mais 20 anos. Não jogamos todas as semanas. É parte do esporte. Já tive na posição na posição deles várias vezes. Desejo uma boa recuperação a todos. O jogo precisa deles. E espero que eles voltem em breve. Roger (Federer) e eu estamos fazendo grandes temporadas. É muito ruim que Roger não esteja jogando. Sinto muito por todos eles" declarou o espanhol.

A exceção de Nadal, todos os tenistas do top 5 estão lesionados. O suíço Stan Wawrinka e o sérvio Novak Djokovic não jogam mais em 2017. O britânico Andy Murray continua tratando a lesão no quadril e ainda confirmará se joga ou não o US Open. De olho no Grand Slam americano, Roger Federer preferiu se poupar e desistir da última grande competição preparatória.

A última vez que o canhoto de Mallorca foi número 1 do mundo foi em julho de 2014. Apesar de todas as lesões e problemas físicos, ele se mantém no top 10 há mais de doze anos. Curiosamente, a primeira vez que o espanhol atingiu ao topo foi após chegar à semifinal do Masters 1000 de Cincinnati, em 2008. Apesar da modéstia de Rafael Nadal, o treinador Francisco Roig afirmou que todos da equipe apostavam que o Touro Miúra voltaria ao topo.

"Ele fez um ano espetacular. Tem sido uma longa estrada, mas nós confiávamos que Rafa Nadal voltaria a ser número 1 do mundo. Estamos muito contentes, principalmente depois de tudo o que ele sofreu e trabalhou para voltar, o que não foi fácil" afirmou Roig à rádio espanhola "Onda Cero".

A estreia de Rafael Nadal no Masters 1000 de Cincinnati será na quarta-feira. Ele enfrentará o francês Richard Gasquet, 29º da ATP. O espanhol chegará ao US Open como cabeça de chave 1 e só poderá ser ultrapassado por Federer ou Murray depois do último Grand Slam do ano, que começa no dia 28 de agosto.

# Aproveite o BÔNUS GRÁTIS oferecido pela , acesse o link e comece a faturar AGORA!!!

 

Leia Mais:

Amor ao Tênis faz Nadal voltar ao topo

Lesionado, Djokovic só em 2018

 

tabela

Campeonato Brasileiro Série A

Classificação Pontos
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36
1 TIM 2 36

VEJA A TABELA COMPLETA

prognósticos

1 FLA x COR

ver dica

Confiança

85%
2 TOR x GSW

ver dica

Confiança

85%
3 RIV x CAP

ver dica

Confiança

85%

VEJA MAIS PROGNÓSTICOS

Bolão

RANKING

1 André ***

0,00

2 Renato ***

0,00

3 Alessandro ***

0,00

4 Ale ***

0,00

5 Yudi ***

0,00

VEJA O RAKNING COMPLETO


Mais Esportes