terça-feira, dezembro 6, 2022

O Liverpool está à venda

Jogos
Luiz Vinicius
Luiz Vinicius
Natural de Magé (RJ), Luiz Costa é empreendedor, criador de conteúdo sobre apostas e Apostador Profissional a mais de 4 anos. Foi finalista do programa MASTERBET na rede Bandeirantes e é redator em alguns sites de apostas Esportivas.

Os donos americanos do Liverpool, um dos maiores times do futebol, contrataram Goldman Sachs e Morgan Stanley para explorar a venda do clube hexacampeão europeu. 

A notícia de que os donos do Liverpool estão cogitando uma possível venda vem apenas alguns meses depois que um grupo liderado pelo fundo de investimentos Clearlake, com sede na Califórnia, pagou um recorde de US$ 3 bilhões pelo Chelsea, rival do Liverpool na Premier League. 

O acordo foi forçado depois que o governo britânico impôs sanções ao ex-proprietário bilionário russo do Chelsea, mas o preço de venda foi alto o suficiente para redefinir o mercado para os maiores times de futebol do mundo. 

Fenway Sports Group 

O Fenway Sports Group ressuscitou o Liverpool depois de adquiri-lo após uma venda forçada em 2010 por seus credores, quando o clube estava à beira da falência. 

Esse preço de £ 300 milhões acabou descrito por seus proprietários anteriores como uma “fraude épica” naquele ano. Contudo, agora o clube ruma para outra direção, com a valorização do time subindo por causa de aumentos significativos na receita de transmissão e patrocínio, já que o Liverpool voltou ao topo do futebol nacional e internacional. 

Um bom negócio esportivo 

Em 2019, sob o comando do treinador alemão Jurgen Klopp, o Liverpool conquistou sua sexta Liga dos Campeões, antes de conquistar o título da Premier League um ano depois. 

Na temporada passada o clube chegou perto de vencer os dois novamente. Mas perdeu a Premier League para o Manchester City por um ponto e acabou sendo derrotado pelo Real Madrid na final da Liga dos Campeões. 

Do ponto de vista esportivo, de acordo com os últimos resultados, a compra pode fazer sentido para os novos donos  

Preço justo  

A Forbes avalia o Liverpool em US$ 4,45 bilhões, cerca de dez vezes o que o FSG pagou. O grupo com sede em Boston também investiu na infraestrutura da equipe. Reformou o histórico estádio Anfield com duas novas arquibancadas e construiu uma nova instalação de treinos.  

Se a venda for concluída, o Liverpool renderia um enorme lucro para a FSG, que investiu relativamente pouco no clube. Gestão sólida, compromissos inteligentes e sucesso no mercado em relação à venda de jogadores. Isso permitiu que a equipe competisse no topo do futebol inglês e europeu nos últimos anos.  

Um clube estável com uma história rica, sucesso no presente, um estádio redesenhado para a era moderna e uma base de torcedores crescente pelo mundo. O Liverpool tem tudo. 

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -
Últimas Noticias

Quatro pilotos brigam pelo título na última etapa da Stock Car

O último fim de semana de Stock Car em 2022 começa nesta sexta-feira (9) cercado de muita emoção. Afinal,...
- Advertisement -

Mais notícias como essa

- Advertisement -