domingo, fevereiro 5, 2023

O Philadelphia Eagles permanece invicto na temporada

Jogos
Luiz Vinicius
Luiz Vinicius
Natural de Magé (RJ), Luiz Costa é empreendedor, criador de conteúdo sobre apostas e Apostador Profissional a mais de 4 anos. Foi finalista do programa MASTERBET na rede Bandeirantes e é redator em alguns sites de apostas Esportivas.

Hurts, o quarterback dos Eagles, lançou para 155 jardas e dois touchdowns contra uma das defesas mais temíveis da NFL para manter o Philadelphia no topo da NFC East. 

O Philadelphia Eagles entrou no domingo como o último time invicto da NFL. Isso graças em grande parte ao jogo aprimorado e ao desenvolvimento de Jalen Hurts. Com o braço e com as pernas, Hurts, o quarterback do terceiro ano, levou os Eagles ao terceiro 5 a 0 da franquia desde 1981. O fato está despertando uma nova empolgação nos torcedores.  

Grande rivalidade 

O defensive lineman DeMarcus Lawrence, do Dallas Cowboys, falou sobre sua expectativa em relação a partida. 

“Tudo o que vocês precisam escrever é que ele ainda não jogou contra os Cowboys, então não sabemos o quão bom ele é.” Disse Lawrence na quinta-feira nas instalações do time. 

Esse sentimento era típico dessa amarga rivalidade da NFC East, especialmente antes de um confronto no horário nobre para determinar o primeiro lugar na divisão. Foi impreciso, no entanto, já que os Eagles venceram os Cowboys por 26 a 17, graças à eficiência de Hurts e ao desempenho defensivo muito bom do Philadelphia no início do jogo. 

Os Eagles subiram para 6-0, enquanto os Cowboys (4-2) caíram para o terceiro lugar na divisão atrás dos Giants (5-1). 

O desempenho dos Eagles 

Os Eagles e Hurts, que arremessaram para 155 jardas e dois touchdowns. Combinaram seu sistema de run-pass no ataque com cobertura defensiva bem ajustada e tackles bem oportunos no segundo quarto, quando o Philadelphia superou os Cowboys por 20-3. 

“Acho que esse time estava faminto por isso e ansioso para sair e jogar em um grande jogo.” Disse Hurts em entrevista coletiva pós-jogo.  

“Construímos essa sensação de ‘não estarmos satisfeitos’. Nunca daremos como certo esse sentimento de vitória, mas sempre estaremos com fome.” Completou o jogador. 

Atmosfera de playoffs 

O jogo manteve uma atmosfera de playoffs intensa desde o início. Contou com o rapper e nativo da Filadélfia, Meek Mill, se apresentou logo antes do pontapé inicial. E em um ponto do segundo quarto, o running back Miles Sanders precisou até calar a enérgica torcida local para que o ataque pudesse ouvir as ordens.  

No primeiro tempo, a defesa da Filadélfia segurou o Dallas. Liderado pelo quarterback reserva Cooper Rush, com apenas 81 jardas totais de ataque e conseguiu duas interceptações. Rush, que estava invicto em quatro jogos como titular no lugar do lesionado Dak Prescott, jogou para 181 jardas, um touchdown e três interceptações, enquanto Dallas correu para 134 jardas. 

Foi uma performance de destaque para os Eagles, que movimentaram a bola a maior parte da noite com opções de passe de corrida, um conceito que permite que o quarterback corra ou jogue a bola dependendo de como ele lê um defensor. Em muitas jogadas, esse defensor era Parsons, um jogador do segundo ano que entrou no jogo empatado na liderança da liga em sacks (seis), mas para quem Hurts repetidamente respondeu. 

Superioridade confirmada 

O Philadelphia Eagles certamente é uma das melhores equipes da temporada. A equipe tem tudo para alcançar os playoffs. Mas só a continuidade do desempenho do seu ataque vai poder dizer se o time tem chances de conquistar o Super Bowl. A defesa ainda precisa de ajustes, mas diante dos adversários deve conseguir impor seu ritmo e manter a boa sequência de vitórias.   

- Advertisement -
- Advertisement -
Últimas Noticias

Grandes jogadores e promessas que o Flamengo que fizeram história

Com um possível confronto entre Flamengo e o Real Madrid na final do Mundial de Clubes. Pode acontecer uma...
- Advertisement -

Mais notícias como essa

- Advertisement -