test
quinta-feira, junho 20, 2024

Recém contratado do Botafogo, diz que pode atuar na Seleção Brasileira

Jogos
Luiz Vinicius
Luiz Vinicius
Natural de Magé (RJ), Luiz Costa é empreendedor, criador de conteúdo sobre apostas e Apostador Profissional a mais de 4 anos. Foi finalista do programa MASTERBET na rede Bandeirantes e é redator em alguns sites de apostas Esportivas.

O atual lateral-esquerdo do Botafogo, Marçal, acredita que é bom o suficiente para ser titular na Seleção Brasileira comandada pelo técnico Tite.  

O jogador, que chegou no Botafogo em uma transferência gratuita na última janela, mostrou um desempenho consideravelmente bom no atual clube, dominando a posição diante do elenco do glorioso. Ele jogou nove vezes no Campeonato Brasileiro e fez um golaço contra o Fortaleza, fatos como esse elevaram a moral do jogador, da sua torcida e alimentaram os sonhos do lateral.

Confiante

A confiança do lateral-esquerdo de 33 anos aumentou a tal ponto que ele afirmou ser digno de ser convocado para a seleção. Marçal insiste que traria o equilíbrio necessário para o lado esquerdo do Brasil, atrás dos talentos de Neymar e Vinicius Jr no ataque de Tite.

Marçal disse: “Olhando para o cenário atual, não só dos jogadores do Brasileiro, mas também do mundo, eu faria a seleção brasileira jogar melhor na lateral esquerda.”

“Aqui no Botafogo temos Jeffinho na lateral esquerda, que tem o mesmo estilo de Neymar e Vinícius e posso fazer esse tipo de jogador funcionar. Lá atrás, a seleção não precisa de um jogador para fazer tanto quanto Marcelo fez, hoje precisa de mais segurança e boa saída de bola, é mais o meu estilo. Você não pode dizer se há um melhor do que eu, são estilos diferentes, mas olhando para o cenário mundial eu me vejo como um ajuste melhor para este time.” Afirmou o jogador.

O sonho

Marçal também admitiu em entrevista ao Globo Esporte que um dos motivos de sua volta ao Brasil foi colocá-lo no centro das atenções para tentar uma convocação antes da Copa do Mundo. Ele deixou sua terra natal em 2010 para seguir carreira na Europa, onde jogou em Portugal, Turquia e França antes de ingressar no Wolverhampton há dois anos.

“Sempre sonhei com a seleção brasileira. Uma das conversas que tive aqui em casa, quando surgiu a possibilidade de voltar ao Brasil, foi para ter maior visibilidade. Conheço bem o estilo da equipe porque, independentemente do calendário, sempre assisto aos jogos e acho que me encaixo bem. Não posso dizer que se tivesse vindo antes teria tido a oportunidade de jogar (pela seleção), mas estou trabalhando para tê-la, seja agora ou mais tarde.” Disse o jogador.

Fato é que a seleção não tem um grande nome titular absoluto da posição desde Marcelo, o que poderia ser um fator positivo para o jogador que sonha em vestir a amarelinha, mas a apenas alguns dias da última convocação para a Copa e também pela idade do jogador, uma ida para a seleção não parece muito provável.

O Brasil é atualmente a nação número um do ranking e é um dos favoritos para vencer a Copa do Mundo no Catar no final deste ano. O técnico Tite escolheu Alex Sandro, da Juventus, e o zagueiro Alex Telles, do Sevilla, como laterais-esquerdas na sua última convocação e são os jogadores que devem estar na Copa do Mundo com a equipe.

- Advertisement -
- Advertisement -
Últimas Noticias

Fortaleza vence Sportivo Trinidense e garante classificação as oitavas da Sul-Americana

O Fortaleza venceu por 2 a 1 o Sportivo Trinidense, do Paraguai, e garantiu a primeira colocação do Grupo...
- Advertisement -

Mais notícias como essa

- Advertisement -