domingo, novembro 27, 2022

Neymar apoia Jair Bolsonaro nas eleições do Brasil

Jogos
Luiz Vinicius
Luiz Vinicius
Natural de Magé (RJ), Luiz Costa é empreendedor, criador de conteúdo sobre apostas e Apostador Profissional a mais de 4 anos. Foi finalista do programa MASTERBET na rede Bandeirantes e é redator em alguns sites de apostas Esportivas.

O jogador postou um vídeo nas redes sociais dançando a música de campanha do candidato.

O presidente Jair Bolsonaro, tem uma nova saída para tentar ser reeleito nas eleições desse domingo, eleição que concorre contra Lula e que inclusive vem perdendo nas pesquisas, os dados atuais podem ter motivado a atitude do atleta em resolver declarar seu apoio.

Apoio declarado

O político do Partido Liberal divulgou um vídeo em que o craque do PSG mostra o número 22, que é o número para voto do atual presidente, junto com outras pessoas, vestidas com roupas de jogador de futebol e com uma música dedicada a Bolsonaro.

O mesmo vídeo foi postado posteriormente por Neymar em sua conta do Tiktok, confirmando o apoio do jogador a Bolsonaro nestas próximas eleições presidenciais. Neymar e Bolsonaro sempre tiveram uma boa relação.

Os apoiadores de Lula, uma vez que o vídeo de Neymar estava nas redes sociais, vincularam essa ação do jogador do PSG a um suposto benefício que o pai de Neymar recebeu por não pagar 88 milhões de reais em impostos por atividades entre 2011 e 2013.

Cartada final

Esse pode ser o último grande trunfo de Bolsonaro para tentar mudar seu desempenho nas pesquisas para as eleições presidenciais no país, até o momento o candidato Lula desponta como favorito, embora tudo indique que a eleição só será resolvida no segundo turno.

Como está morando em Paris, Neymar vai ter que vir para o Brasil se quiser votar de fato, algo que possivelmente não irá acontecer. O jogador ainda não transferiu o seu título de eleitor desde que saiu do Brasil para a Europa, dessa forma o local de votação do jogador é em Santos, como consta no sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A CBF vem evitando qualquer tipo de associação com candidatos ou partidos durante essa campanha eleitoral, tanto na sua diretoria quanto na comissão técnica da seleção brasileira, visando manter o ambiente democrático e não causar possíveis desavenças no grupo, pois tem jogadores com seu apoio declarado a outro candidato e suas opiniões impactam na sociedade. Mas nem na CBF, nem por parte do técnico Tite existe qualquer tipo de veto para que os atletas manifestem suas preferências na área da política, até porque não pode existir, pois essa seria uma orientação antidemocrática dentro desse sentido.

Neymar se defende de ataques pelo apoio

O jogador questionou nesta sexta-feira os ataques sofridos por declarar seu voto de forma aberta e mostrar seu total apoio ao candidato do PL.

“Eles falam de democracia e muitas coisas, mas quando alguém tem uma opinião diferente, são atacados pelas próprias pessoas que falam de democracia. Vamos ver quem entende.” Disse o atacante do Paris Saint Germain em suas redes sociais.

“Reeleição, hexa. Obrigado, Neymar. Brasil acima de tudo! Deus acima de todos!” Escreveu Bolsonaro no Twitter. Na quarta-feira, Bolsonaro visitou o Instituto Neymar, administrado pelo atacante do Paris Saint-Germain, localizado na cidade de Santos em São Paulo.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -
Últimas Noticias

Costa Rica vence o Japão e embola o grupo E 

A Costa Rica aproveitou seu primeiro chute a gol nesta Copa do Mundo e marcou na vitória sobre o...
- Advertisement -

Mais notícias como essa

- Advertisement -