segunda-feira, fevereiro 6, 2023

Próxima Copa do Mundo em novo formato

Jogos
Luiz Vinicius
Luiz Vinicius
Natural de Magé (RJ), Luiz Costa é empreendedor, criador de conteúdo sobre apostas e Apostador Profissional a mais de 4 anos. Foi finalista do programa MASTERBET na rede Bandeirantes e é redator em alguns sites de apostas Esportivas.

A Copa do Mundo de 2022 acabou, mas o assunto continua com o novo formato do mundial em 2026. Formato esse divulgado pela Fifa que parece ser o principal tema de discussão para a próxima Copa, que acontecerá nos EUA, Canadá e México em 2026. 

O que muda 

Em primeiro lugar, será a primeira vez que a Copa do Mundo acontece em três países. O México vai possuir um novo recorde, pois será o primeiro país a sediar a Copa três vezes em sua história. Contudo, a maioria dos jogos vai ser disputada nos Estados Unidos. Ao todo 11 cidades vão receber os jogos nos EUA, são elas: Atlanta, Boston, Dallas, Houston, Kansas City, Los Angeles, Miami, Nova York, Filadélfia, São Francisco e Seattle. 

Os 20 jogos restantes estão divididos entre Canadá (Toronto e Vancouver) e México (Cidade do México, Guadalajara e Monterrey), totalizando 80 jogos, 16 a mais que a competição desse ano no Catar. 

A maior diferença, é claro, fica com o fato de que agora teremos 48 seleções envolvidas, 16 a mais do que no formato anterior. E ao invés de oito grupos de quatro, as seleções vão ser sorteadas em 16 grupos de três. A primeira fase eliminatória será uma rodada de 32, o que, combinado com o fato de cada equipe jogar apenas duas partidas da fase de grupos, significa que os eventuais finalistas vão ter que disputar um total de sete jogos, o mesmo número de antes. 

Motivos 

Bem, não adianta muito discutir as razões pelas quais a FIFA decidiu mudar as coisas dessa maneira. Em primeiro lugar, mais países vão participar, trazendo a Copa do Mundo para o centro das atenções por um tempo em cada um desses países. Dessa forma a entidade que rege o futebol quer elevar o nível de popularidade e promover seus valores em todo o mundo. 

Mas há, claro, o outro lado das coisas, como sempre. Mais países participantes e mais partidas significam mais receita, mais dinheiro para os países anfitriões cujas economias são, principalmente nesses eventos, significativamente impulsionadas. E isso, é claro, significa mais dinheiro para a FIFA também. 

Menos futebol 

Em relação ao futebol em si, não é fácil prever como essa mudança vai afetar a qualidade da Copa do Mundo. Menos qualidade futebolística é quase um fato na maior celebração do futebol mundial devido ao grande número de seleções participantes. Na verdade, quanto mais, pior. Pelo menos é o que se espera.

- Advertisement -
- Advertisement -
Últimas Noticias

Conference League: história e formato da competição

A UEFA Europa Coference League, que em português se chama Liga Conferência Europa da UEFA, mas é conhecida como...
- Advertisement -

Mais notícias como essa

- Advertisement -