sexta-feira, setembro 30, 2022

Plataforma Socios fecha acordo com 13 times da National Football League

Jogos

Recentemente, a plataforma Socios informou que assinou um acordo com 13 franquias esportivas da National Football League (NFL). As equipes são Atlanta Falcons, Baltimore Ravens, Chicago Bears, Cleveland Browns, Los Angeles Chargers, Los Angeles Rams, Miami Dolphins, New York Giants, Philadelphia Eagles, Pittsburgh Steelers, San Francisco 49ers, Tampa Bay Buccaneers e Washington Commanders.

Vale salientar que o modelo de negócios da empresa já está muito bem consolidado no meio do futebol da Europa, uma vez que possui até mesmo uma parceria com a União das Associações Europeias de Futebol (UEFA), entidade responsável pela organização da modalidade, em fevereiro deste ano. Além disso, a Socios tem acertos com alguns dos maiores clubes, incluindo Barcelona, ​​Arsenal, Manchester United e Paris St. Germain.

Entretanto, essa situação é um pouco diferença nos Estados Unidos com a inclusão do lançamento do Fan Token, em função das questões regulatórios. As parcerias são apontadas até agora pelas equipes como acordos de “marketing multiplataforma” que incluem publicidade no estádio e experiências de fãs orientadas por Socios, como encontros com jogadores, mas sem tokens – ainda.

“A regulamentação não é uma preocupação, é um processo educacional”, disse Alexandre Dreyfus, CEO da Socios, à CoinDesk em entrevista. “Na maioria dos países do mundo, você tem uma estrutura regulatória clara; nos EUA ainda não está completamente claro. A maioria das entidades está tentando descobrir qual é o melhor caminho para realmente lançar um produto e, no nosso caso, era isso que estávamos fazendo com as equipes da liga.”

Socios já tem acordos com times da NBA

A Socios.com não tem a mínima intenção de restringir as suas parcerias no cenário esportivo ao futebol e futebol americano. Afinal, a companhia já conta com contratos com 24 equipes da National Basketball Association (NBA) em outubro, embora um representante tenha dito que o número agora é de 28.

“Ninguém com quem falamos é contra a tecnologia. É uma questão de processo. Normalmente, ninguém quer ser a primeira pessoa a fechar, mas ninguém também quer ser o último”, concluiu Dreyfus.

- Advertisement -
- Advertisement -
Últimas Noticias

Cruzeiro com a mão na taça

O Cruzeiro, sem dúvidas é um dos maiores clubes do país. Mas nos últimos anos viveu tempos difíceis após...
- Advertisement -

Mais notícias como essa

- Advertisement -